EUA liberam uso de anticoncepcional em gel sem hormônio

Medicamento é uma opção contraceptiva mais natural para as mulheres

A Food and Drug Administration (FDA), órgão norte-americano responsável por regular e controlar diversos produtos, incluindo medicamentos, aprovou a liberação do primeiro anticoncepcional em gel que funciona sem utilizar hormônios. O gel, batizado de Phexxi, é fabricado no laboratório farmacêutico Evofem Bioscience e contém ácido cítrico, lático, e nitrato de potássio na sua composição.

O remédio age diminuindo temporariamente o pH vaginal, tornando o ambiente ácido demais para que os espermatozoides transitem após a ejaculação e, assim, impedindo que o óvulo seja fecundado. Utiliza-se um aplicador para inserir o produto no canal vaginal, por até uma hora antes ou no momento da relação. Os fabricantes do gel alertam que ele não funciona caso aplicado após o sexo. 

Phexxi chega ao mercado como uma opção mais natural aos anticoncepcionais hormonais, que frequentemente causam enjoo, ganho de peso, alterações de humor e diminuição da libido em algumas mulheres. Além de um aumento do risco de trombose, formação de coágulo sanguíneo nas grandes veias da perna e coxa.  

Phexxi, contraceptivo em gel

Um estudo observou 1330 mulheres, com idade entre 18 a 35 anos, durante sete ciclos menstruais para analisar a eficácia, satisfação e sequelas do medicamento. Os cientistas constataram que o produto não oferece 100% de proteção, da mesma forma que as outras opções contraceptivas no mercado. Segundo a pesquisa, o risco de falha variou entre 6,7% a 10% – 1 em cada 7 mulheres engravidaram. No entanto, o Phexxi pode ser utilizado em combinação com a camisinha, diafragma e até mesmo o anticoncepcional hormonal. 

Aproximadamente 44,5% das mulheres que participaram dos períodos de teste relataram melhora na vida sexual, afirmando que houve um aumento da libido e da lubrificação. Durante as pesquisas, também foram detectados possíveis efeitos colaterais causados pelo seu uso. Os principais foram queimação vaginal, coceira e desconforto. Contudo, o laboratório afirma que as decorrências diminuem conforme o uso regular. 

O gel anticoncepcional está previsto para chegar em setembro nas farmácias dos Estados Unidos e irá custar entre US$250 a US$275 (aproximadamente 1250 reais), por cada pacote com 12 aplicadores. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil. Os médicos recomendam que as pacientes procurem atendimento profissional antes de adotar qualquer método contraceptivo. 

DEIXAR RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Por favor digite seu nome