Os nossos olhos são pequenos órgãos que estão suscetíveis ao desenvolvimento de diversas doenças. Essas enfermidades oculares podem ser causadas por diferentes fatores, dentre eles, as causas genéticas ou hábitos que temos na rotina são os principais. O médico oftalmologista é o profissional capacitado para tratar os distúrbios de visão, realizando cirurgias e prescrevendo tratamentos ou correções.

É importante estar sempre atento a qualquer mudança na visão ou região dos olhos, detectar problemas oculares precocemente pode evitar a cegueira. Segundo o Ministério da Saúde, os principais indícios de doenças, são: visão embaçada, tremor nos olhos, dificuldades de se adaptar a luz e olhos vermelhos ou lacrimejando. Qualquer sensação de desconforto merece atenção, por isso, sempre procure um médico especializado. Dessa maneira, é possível diagnosticar ou prevenir várias enfermidades. 

No Brasil, a catarata, o glaucoma, a conjuntivite, a retinopatia diabética, a degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e os erros de refração (miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia) são as principais doenças oculares e os motivos da maioria das consultas oftalmológicas. 

A catarata é uma opacidade total ou parcial do cristalino e atinge principalmente a população idosa, ela é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo. O glaucoma é causado por lesões no nervo óptico, geralmente provocadas pela elevação da pressão intraocular, resultando no comprometimento do campo visual. A conjuntivite é uma inflamação da membrana externa do globo ocular e pode ser infecciosa, alérgica ou química. A retinopatia diabética é uma complicação da diabetes que ocorre quando o excesso de glicose no sangue danifica os vasos sanguíneos da retina. A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) ocorre na parte central da retina, chamada mácula, e causa a perda progressiva da visão central. Os erros de refração acontecem quando a luz não chega com nitidez à retina. 

Algumas anormalidades nos olhos também são indicativos para a existência de doenças em outras partes do nosso corpo. Olhos saltados (proptose ocular), por exemplo, são muitas vezes decorrentes de problemas na tireoide. A visão duplicada (diplopia) é geralmente indício de diabetes ou aneurismas e traumatismos. A alteração de cor nos olhos, deixando-os amarelados, é frequente em pessoas com problemas no pâncreas ou fígado, sendo também um dos sintomas da hepatite. Identificar e investigar a causa de qualquer mudança nos olhos é capaz de ajudar no tratamento e evitar maiores complicações.

Existem alguns cuidados simples que podemos tomar para proteger a visão e prevenir enfermidades. Usar óculos de sol e evitar exposição aos raios ultravioletas, não passar muitas horas seguidas na frente de eletrônicos como celular, TV ou computador, evitar coçar os olhos ou fazer uso de automedicação, não deixar produtos químicos entrarem em contato com os olhos e dormir pelo menos 8 horas por dia. 

DEIXAR RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Por favor digite seu nome