Normalmente, a rotina diária de cuidados com a pele requer uma quantidade considerável de cosméticos. Nossa pele, assim como o resto do corpo, vai se modificando com o passar dos anos e originando novas exigências. Os cuidados com a cútis persistem o dia todo. Dependendo do incômodo estético em questão, retoques de tratamento no intervalo entre a manhã e o período da noite tornam-se inevitáveis. 

Qual o seu tipo de pele?

Antes de aplicar um produto no rosto, precisa-se adquirir conhecimento acerca das características faciais. No geral, são quatro tipos básicos de pele existentes: normais (eudérmicas), secas, oleosas ou mistas. A variação é determinada principalmente pela genética, mas fatores externos como clima, alimentação e estresse também exercem grande influência na cútis. Os tipos de pele podem manifestar-se em diferentes níveis de intensidade e variar diversas vezes com o passar dos anos.    

Pele normal: A pele definida como “normal” é aquela que encontra-se balanceada, com uma boa circulação sanguínea, textura saudável e quase nenhuma mancha. 

Pele seca: Marcadas pela incapacidade de reter o volume de água necessário, as peles secas têm dificuldade em estimular a formação de uma barreira contra danos. O resultado é um aspecto de ressecamento com facilidade no surgimento de linhas de expressão. A pele seca pode apresentar leves descamações, sensibilidade e aspereza.

Pele oleosa: Costuma apresentar mais produção sebácea, dilatação visível dos poros, junto com o surgimento de cravos e espinhas. A oleosidade em excesso deixa um aspecto brilhoso em todo o rosto, atingindo principalmente a zona T (testa, nariz e queixo).  Esse tipo de pele, apesar de incomodar a maioria das pessoas, consegue resistir mais satisfatoriamente aos impactos e envelhecimento. 

Pele mista: A pele mista também possui uma superabundância de produção sebácea na zona T, porém, o resto da face exibe evidências de um desequilíbrio na hidratação natural, revelando uma pele opaca, seca e com forte tendência a formação de rugas.

Passo a passo 

Após identificar seu tipo de pele, é hora de descobrir qual a melhor rotina para ela. Existe uma sequência específica de aplicação dos dermocosméticos quando falamos dos padrões de cuidados com a pele. A ordem e os produtos podem mudar de acordo com as necessidades de cada pessoa, mas em geral, a parte da manhã funciona como mostrado a seguir: 

  • 1. Limpar: Lavar bem o rosto com um sabonete específico para o seu tipo de pele é o primeiro passo de qualquer ritual de cuidados (quantidade indicada: equivalente a uma moeda de cinco centavos).
  • 2. Tonificar: Qualquer resto de sujeira que possa ter ficado no rosto vai ser retirado pelo tônico adstringente. Ele também é responsável por equilibrar o pH natural da pele e prepará-la para receber os outros produtos (quantidade indicada: equivalente a uma moeda de um real).
  • 3. Hidratar: Diminui a perda de água da pele, seja ela causada por circunstâncias naturais ou procedimentos estéticos. O hidratante pode ser reaplicado ao longo do dia caso necessário. As peles mais secas são favorecidas por hidratantes com texturas consistentes, já as peles oleosas funcionam melhor com produtos leves (quantidade indicada: equivalente a uma ervilha).
  • 5. Proteger: Todo dermatologista afirma que o uso de protetor solar é essencial e existem vários motivos para isso: os raios solares aceleram o envelhecimento e podem causar câncer de pele (quantidade indicada: uma colher de chá).

Durante a noite, o momento torna-se ideal para acrescentar ácidos ou realizar tratamentos mais intensos, pois o rosto não irá sofrer com os impactos da luz solar. Nesses casos, a sequência fica mais ou menos assim: 

  • 1. Limpar: Quem utiliza maquiagem durante o dia deve começar removendo-a com um demaquilante, para, em seguida, lavar com um sabonete facial, massageando a pele por pelo menos um minuto (quantidade de demaquilante indicada: equivalente a uma moeda de um real, podendo ser reaplicado se necessário).
  • 2. Tonificar: Pela segunda vez no dia, o tônico deve ser utilizado para finalizar a limpeza, sendo especialmente importante para quem deseja diminuir os poros e minimizar a oleosidade excessiva. O ideal é que seja um produto sem álcool na composição.
  • 3. Hidratar: Um hidratante mais leve pode ser aplicado antes do tratamento noturno para diminuir as chances de surgirem irritações
  • 4. Tratar: Aplicar os produtos de tratamento, como ácidos ou cosméticos antissinais, que irão agir no decorrer da noite. 

Alguns procedimentos, como a esfoliação e máscaras intensivas, não devem ser realizados com frequência, pois são muito agressivos e demandam um pequeno período de recuperação da pele. Por outro lado, existem dermocosméticos que se encaixam com facilidade na rotina diária, como os séruns (líquidos super concentrados com vitaminas e ingredientes ativos que são facilmente absorvidos) ou soluções micelares, que também funcionam como demaquilantes. 

Em caso de dúvidas, uma dica é ordenar a aplicação de acordo com a intensidade da textura ou concentração do conteúdo, do mais fino para o mais grosso: quanto mais leve for o produto, primeiro ele virá na ordem. Determinados tratamentos são utilizados pela manhã e pela noite. Rotinas muito complexas são capazes de dificultar a criação de hábitos, então o mais recomendado consiste em manter a composição simples.

Receitas

As receitas caseiras com produtos naturais são super fáceis e práticas de manipular, mas é fundamental prestar atenção nos rótulos para garantir que os produtos são verdadeiramente puros. Além disso, incluir as receitas naturais na rotina de cuidados, sozinhas ou em conjunto com outros cosméticos, requer precauções: algumas substâncias podem causar manchas na pele ou apenas serem desperdiçadas por não terem nenhum benefício de fato.

Peles oleosas e acneicas

  • Limpeza: 1 gema de ovo + 1 colher de sopa de mel + 1 colher de sopa de azeite de oliva + 1/2 xícara de aveia; Aplicar a mistura sobre o rosto e deixar agir de 15 a 20 minutos; Enxaguar com água morna. 
  • Hidratação: Cortar 1 pepino inteiro em rodelas e espalhá-las por todo o rosto; Deixar agir por 20 minutos; Retirar os pedaços e enxaguar com água morna. 

Peles sensíveis e secas

  • Hidratação: 1/2 abacate + 1/4 xícara de mel; Aplicar a mistura sobre o rosto e deixar agir por 10 minutos; Enxaguar com água morna.

Pele mista

  • Limpeza: 3 colheres de sopa de iogurte natural + 1 colher de sopa de aveia; Aplicar a mistura sobre o rosto e deixar agir por entre 15 a 20 minutos; Enxaguar com água morna. 
  • Hidratação: 1 colher de sopa de aveia + 200ml de iogurte natural; Aplicar a mistura sobre o rosto e deixar agir por 20 minutos; Enxaguar com água fria.

Outros

  • Redução de manchas: 2 colheres de sopa de mel + 1/2 mamão papaia amassado; Aplicar a mistura sobre o rosto e deixar agir por 15 minutos; Enxaguar com água morna.
  • Tonificação: 2 colheres de sopa de vinagre de maçã + 8 colheres de sopa de água; Aplicar a mistura sobre o rosto e deixar agir por 10 minutos; Enxaguar com água morna.
  • Redução de poros: 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio + 2 colheres de sopa de água morna; Aplicar a mistura massageando bem e deixar agir por 20 minutos; Enxaguar com água fria.
  • Esfoliação: 2 colheres de sopa de mel + 1 colher de sopa de açúcar; Aplicar a mistura sobre o rosto massageando por pelo menos 1 minuto; Enxaguar com água fria.

Acompanhamento profissional

A consulta com um médico dermatologista é essencial. Certos problemas, como queda de cabelo intensa ou espinhas, podem ser resultado de disfunções no organismo. Além disso, só porque um produto funcionou com alguém conhecido, não quer dizer que ele terá o mesmo resultado em outro rosto, mesmo que o tipo de pele seja similar. 

Portanto, aconselha-se sempre procurar um especialista dermatológico para avaliar a situação da pele. O profissional da área tem competência para afirmar precisamente o estado e as necessidades do rosto, assim como realizar procedimentos necessários ou receitar medicamentos. 

DEIXAR RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Por favor digite seu nome