Brasil está entre os 10 países com maior número de mortes por Covid-19

O país está na 11ª posição da lista de casos totais confirmados

Nesta terça-feira (28), o monitoramento de casos do novo coronavírus feito pela Universidade Jonhs Hopkin mostrou o Brasil na nona posição entre os países que mais registraram óbitos por Covid-19, com 4.674 óbitos. A sequência no momento é: Estados Unidos (56.749), Itália (27.359), Espanha (23.822), França (23.293), Reino Unido (21.092), Bélgica (7.331), Alemanha (6.161), Irã (5.877),  Brasil (4.674) e China (4.637). O número total de mortes no mundo chegou a 213.273.

Em relação ao número total de casos confirmados, o Brasil está na 11ª posição, com 68.188 infectados. A lista está: Estados Unidos (1.003.328), Espanha (232.128), Itália (201.505), França (166.036), Alemanha (159.038), Reino Unido (158.353), Turquia (114.653), Rússia (93.558), Irã (92.584), China (83.938) e Brasil (68.188). No mundo, já são 3.090.844 de casos confirmados. 

Até agora, dos 68.188 casos confirmados no Brasil, 31.142 se recuperaram e 32.372 estão ativos. Hoje, o estado de São Paulo bateu o recorde no número de mortes pelo novo coronavírus em um único dia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 224 óbitos, totalizando 2.049 mortes por Covid-19. A taxa de ocupação dos leitos de UTI chegou a 81% na capital e 61,6% no estado.

Testes no Brasil

Entre todos os países listados, o Brasil é o que tem a menor porcentagem de testes, uma média de aproximadamente 1.600 testes por milhão de pessoas. O Ministério da Saúde admitiu a falta de testes no país e culpou a escassez de insumos para a fabricação deles, já que existe uma grande procura dos países por essas substâncias. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e os infectologistas afirmam que a testagem em massa é, até o momento, uma das melhores maneiras de conter a pandemia. Uma maior quantidade de testes facilita a quebra do ciclo de transmissão, pois permite o isolamento dos pacientes que não apresentam sintomas e, sem a testagem, não saberiam que estão infectados.

DEIXAR RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Por favor digite seu nome